sábado, 19 de fevereiro de 2011

Jívaros - A Tribo encolhedora de cabeças

Na floresta, parte oriental do Equador vive uma tribo de aborígines chamada JÍVAROS, ferozes guerreiros que ficaram famosos no mundo inteiro por seu estranho hábito de degolar seus inimigos, e de usar estas cabeças como amuletos.
Ainda hoje, estes índios são completamente selvagens e não mantém contatos com o homem branco. O próprio governo do Equador, os ignora, afinal eles vivem completamente isolados no meio da floresta.
Os Jívaros possuem uma estatura média, corpo robusto, rosto redondo, e olhos negros. Os homens usam cabelos longos, vestem uma tanga e usam um estiletes de bambu atravessado nos lóbulos das orelhas. As mulheres tem cabelos longos, e usam um adorno no lábio inferior confeccionado de bronze. Ambos possuem lábios muito negros, em virtude de mascarem uma erva chamada Yanamuco. Os homens são bígamos, além de sua mulher ficam com mulheres capturadas nas guerras.
Como troféus de guerra, eles colecionam a cabeça do guerreiro derrotado.


A cabeça do inimigo vencido é reduzida e transformada em troféu, onde a alma do inimigo fica aprisionada.
Analisando essas cabeças observa-se que os olhos e a boca eram costurados, o motivo desse ritual era que os ídios Jivaros acreditavam que retirando a cabeça e realizando o cerimonial o espírito do inimigo não mais o incomodaria.
O índio mata seu inimigo, corta sua cabeça, coloca-a num extrato vegetal de Yanamuco, que lhe da uma coloração negra e a conserva da ação do tempo.
Reunido com os homens da tribo; ele retirado do crânio os os miolos, músculos, olhos, língua. Depois a cabeça é enchida com areia e seixos quentes, que são substituídos diariamente em um processo que dura dias.
Ambos processos fazem com que as células que compõem a parte óssea do crânio, se quebrem e e se contraiam a tal ponto de realmente diminuir o tamanho da cabeça. Em alguns casos a crânio chega a diminuir 50 % de seu tamanho e curiosamente através da regulamentação da contração da pele, os traços fisionômicos se mantém quase que perfeitos.


 Veja o video abaixo
 

Para ver mais imagens vejo o video abaixo:

 Fonte: http://www.assombrador.com

15 comentários:

  1. poste seus melhores posts diariamente no www.pastando.com.br Agregador de links pastando. Envie o que há de melhor e aumente suas visitas.

    Paste seu link!

    ResponderExcluir
  2. Interessante a reportagem, mas com alguns erros que não devem ser cometidos. Primeiramente na Antropologia e História Cultural já não seu usa o termo "tribo", pois denota uma sensação pejorativa entre o ser "civilizado" e o "selvagem". Segundo, o termo "selvagem" no qual vc se refere para adjetivar os Jívaros é completamente inaceitável desde o inicio do século XX (Lembro que ja estamos no XXI).
    Porque inaceitável? Porque as práticas exercidas pelos Jívaros são culturais, e assim como em nossa atual sociedade, referida por vc como "branca", não são iguais umas das outras (Exemplo: a cultura brasileira é diferente da cultura alemã. Ou melhor: a cultura do nordestino é distinta da cultura paulista, e por assim vai). No entanto, NENHUMA cultura é melhor ou pir que a outra. É apenas diferente. E outra; eles seriam selvagens por não ter contato com o "Civilizado" que promove 2 Guerras Mundiais e inumeros tipos de atrocidades? Acho que NÃO.

    ResponderExcluir
  3. Renan

    Uma tribo consiste de uma formação social antes do desenvolvimento de, ou fora de, estados. Muitas pessoas usam o termo para referir-se a sociedades indígenas não ocidentais, e se voce nao sabe, as pessoas usam a palavra tribo tambem para se referir aos diferente grupos de jovens com seus respectivos estilos, ex: "punks", "emos", são considerados tribos, ou clãs chamados por alguns.
    E o termo 'selvagem'utilizado por mim, é por eles viverem isolados, não estou questionando a cultura deles, apenas apresentando para os demais.

    ResponderExcluir
  4. "encomodar"???

    "areia e seixos quente" ?

    Feio,hein.

    Mandou comentar comentei , brou.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Fiz a devida correção 'hienafaminta07'
    Obrigado pelo toque

    ResponderExcluir
  6. Pois bem;
    1) "Uma tribo consiste de uma formação social antes do desenvolvimento de, ou fora de, estados". Você acabou por discutir a existência de uma sociedade que está localizada na República do Equador, portanto um Estado. O termo, segundo sua concepção, seria bem utilizado se estivéssemos talvez no século XV, XVI, XVII, quiçá XVIII (no caso das Américas do Sul e Central).

    2)"tribo tambem para se referir aos diferente grupos de jovens com seus respectivos estilos, ex: "punks", "emos", são considerados tribos, ou clãs chamados por alguns.". Sim tenho esse tal conhecimento. No entanto, a partir do momento em que a própria sociedade URBANA reconhece esses grupos URBANOS de Tribos, a conotação pejorativa desaparece. Agora, o reconhecimento do "outro", residente nos territórios que não são URBANOS, aparece de forma pejorativa, pois esse termo, foi utilizado pelos povos eurocêntricos, sendo segundo as concepções cristãs do século XVI, "os civilizados" e os indigenas os "selvagens tribais". Você adotando tal conceito, passa a pensar como os europeus, ou seja, "eu o branco que mora na civilização, e o selvagem que mora no mato", o que acaba de forma inconsciente, ou não, desrespeitar seu modus vivendi (costumes). Esse pensamento ja não cabe na atual conjuntura, pois acredite: se os Jívaros, nunca foram a alguma "civilização" tal como vc a concebe, é pq eles não querem deixar de lado suas raízes culturais.

    3)"[...] 'selvagem'utilizado por mim, é por eles viverem isolados". Isolados de quem? da "Civilização" que mata seus pares, por dinheiro; que fazem outras pessoas passarem necessidades financeiras (Vide as condições de vida nas ruas, os mendigos, por exemplo). Quem são os CIVILIZADOS?

    Mas repito, foi interessante sua postagem.

    ResponderExcluir
  7. Renan

    Obrigado pela atenção ao assunto apresentado, respeito sua opinião.
    Agradeço pelo seu comentario, verificarei melhor o conteudo a ser postado da proxima vez, mas são pontos de vista diferentes, de qualquer forma prestarei mais atenção.
    O meu objetivo foi apresentar o conteudo com o intuito de informar, passar uma curiosidade, achei esse assunto bem interessante.

    Bom, objetivo comprindo né, fico muito feliz por estarem lendo minha postagem, fiz o blog a uma semana e já tem mais 20mil visualizações.

    ResponderExcluir
  8. foda isso
    vitem [URL="http://www.aion.com.br"]http://www.aion.com.br[/URL]

    ResponderExcluir
  9. Se desse pra fazer em pessoas vivas eu tava dentro. Cabeça grande do !@#$¨% ¬¬.

    ResponderExcluir
  10. Também concordo que o termo selvagem, está mil vezes mais para nós "civilizados" que para essa sociedade equatoriana. Sei que é difícil aceitar uma cultura que degola a cabeça se seus inimigos. Mas, e nós? o que fazemos com nossos semelhantes? Para eles, é um meio de proteção e não é proibido. Já nossa "civilizada" sociedade mata à toa. Seja por drogas, comida, ciúmes, ofensas, religião, orgulho, vaidade, cor da pele, corrupção... enfim, nada que justifique o ato. E está escrito: Não matarás! Acho que que essa etnia, pejorativamente chamada de selvagens, conhecessem esse mandamento divino, acredito que o cumpririam à risca. Outra coisa: Abomino termos como: amarelos, vermelhos, brancos, negros... Acho que só há um povo, uma civilização, uma raça: A raça Humana. Os demais, são os animais irracionais. Estes, muitos vezes parecem estar mais perto de Deus do que nós - Selvagens Humanos.

    ResponderExcluir
  11. o que significa "seixos quentes"?

    ResponderExcluir

Comenta ae Mano